3 passos para sair do vermelho e pagar as dívidas até o final do ano

imagem de casal olhando para as contas do dia a dia

Navegue pelo conteúdo

O ano já está quase na metade, e algumas metas que provavelmente você deve ter feito durante réveillon ainda não cumpriu. Principalmente, aquelas clássicas como emagrecer, aprender um novo idioma, levar uma vida mais saudável. Contudo, pagar as dívidas e sair do vermelho é outra promessa que todos desejam pagar.

Geralmente, quando o ano começa temos que pagar material escolar, impostos, IPTU, IPVA e as dívidas. Começar o ano endividado não é uma das coisas mais tranquilas, pois gera estresse e desgaste emocional. Por isso, separamos dicas que vão te ajudar agora, e chegar até o final do ano sem dívidas.

Organizar e anotar

Uma das melhores formas de organizar a sua vida financeira é buscar garantir o equilíbrio, e uma forma de fazer isso é encontrar os motivos do endividamento. Deste modo, comece anotando todas as suas dívidas, você pode fazer em um caderno, aplicativo, planilha do Excel, etc.

O importante neste caso é que você possa visualizar quais são e os valores de cada uma e anotar o que você recebe todos os meses. Além disso, não esqueça de anotar os gastos fixos e extras do seu dia a dia. Normalmente, grande parte das dívidas acontece por algum tipo de negligência, e anotar tudo que gasta diariamente ajuda a identificar de onde é a origem de gastos desnecessários. Identificando os excessos você poderá avaliar formas de economizar e guardar dinheiro para pagar as dívidas.

Criar metas para pagar as dívidas

Com orçamento organizado e gastos anotados, você já sabe por onde começar a economizar e tirar o dinheiro para sair do vermelho. Portanto, tenha em mente que os seus objetivos de pagar tudo até o final do ano é uma prioridade. Sendo assim mantenha-se focado e crie pequenas metas até conseguir pagar tudo.

Uma forma de fazer isso será separando as dívidas por ordem de prioridade. Nesse sentido, crie estratégias, como pagar as contas mais caras primeiro, visto que elas geram mais juros. Outro exemplo, é criar metas mensais e dar pequenos passos a cada mês do ano até poder renegociar suas dívidas.

Cortar gastos

Os gastos desnecessários são algo que coloca as dívidas fora do controle e cortar gastos excessivos, principalmente com coisas supérfluas ajuda a sair do vermelho. Deste modo, procure garantir o seu orçamento e mantenha a consciência na sua dívida. Entenda que você somente poderá gastar com despesas necessárias, as contas fixas.

Como conta de água, luz, ‘internet’, telefone (ou seja, itens de necessidade), incluir neste gasto também o supermercado. Os gastos eventuais são desnecessários, pois para sair do vermelho exigirá sacrifícios. Entretanto, deixe as saidinhas para o bar de lado, cinema, restaurantes e lanchonetes para depois. Dado que eles são gastos completamente dispensáveis, agora. Roupas e calçados em alguns casos não são necessários, caso tenha muitos calçados e roupas acaba sendo um gasto supérfluo.

Ademais, cortar gastos é também fazer pequenos gestos que fazem diferença como apagar a luz dos cômodos da casa. Deixar o chuveiro ligado na posição de verão durante o calor, lavar as roupas apenas uma vez, utilizando a capacidade máxima da máquina. Por fim, com essas pequenas dicas você consegue se organizar e pagar as dívidas.

Se você gostou das dicas, basta continuar acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.