Pesquisa revela que um a cada quatro brasileiros não consegue pagar as contas

Imagem de calculadora em cima de um caderno

Navegue pelo conteúdo

Nesta segunda-feira, 08/08, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou uma pesquisa que revelou como os brasileiros estão pagando as contas. Conforme o estudo, de cada quatro brasileiros, apenas um consegue pagar as contas do mês. Enquanto os demais não conseguem pagar todas e estão com elas atrasadas.

Quando o assunto é a gestão das finanças pessoais, os brasileiros estão vivendo no sufoco, com inflação, desemprego, e juros altos, fica difícil se organizar. Segundo, a pesquisa realizada pela CNI, 44% dos brasileiros quase sempre fica apertado, consegue pagar as contas, mas não sobra nada.

Além disso, apenas 29% dos brasileiros conseguem gerenciar o dinheiro e guardar um pouco todos os meses. Contudo, saiba que 19% não consegue pagar todas as contas e deixa algumas para o próximo mês. Conforme a pesquisa, foi revelado também que 3% das pessoas recorreu a empréstimos ou precisou de ajuda para conseguir pagar as contas.

Apenas 2% utilizou cheques especiais para pagar as contas, 1% pagou o mínimo do cartão de crédito e deixou o saldo para o próximo mês.

Cortar gastos

Nesse sentido, podemos notar com a pesquisa que muitos brasileiros estão com dificuldade de pagar as contas. E para ficar mais aliviado no final do mês, tem que buscar alternativas como reduzir os gastos. Sendo assim, seis em cada dez brasileiros afirmaram que buscaram reduzir as despesas com lazer e deixaram de comprar produtos pessoais para pagar contas, neste grupo encontra-se cerca de 58%.

Um grupo de 25% teve que reduzir a compra de remédios e 19% deixaram de pagar plano de saúde. Segundo a pesquisa, 16% vendeu bens de valor para conseguir pagar dívidas e 14% atrasaram o pagamento do aluguel ou prestação do imóvel.

Brasileiros têm esperança de pagar todas as contas

Mesmo diante da dificuldade econômica que estamos vivenciando, o brasileiro consegue manter o otimismo em relação às finanças. Dado que muitos deles acreditam que até o final do ano vão conseguir chegar com folga. Os otimistas são cerca de 56% dos entrevistados com a expectativa de ficar com uma situação econômica pessoal melhor.

Esta pesquisa foi encomendada pela CNI para o Instituto FSB Pesquisa. Este relatório foi o segundo realizado este ano sobre a situação econômica dos brasileiros. O objetivo é saber como as famílias e as pessoas estão com a sua situação econômica, a partir dos seus hábitos de consumo.

Para o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, a pandemia de Covid-19 e a guerra na Ucrânia, além de outros desafios, comprometeram a recuperação econômica do Brasil. Visto que a inflação contribuiu para o aumento dos juros e desestimulou o consumo e os investimentos.

No entanto, Robson ressaltou que mesmo diante destas situações, o cenário começou a apresentar recuperação. Uma vez que no mercado de trabalho houve a redução do mercado de trabalho e o aumento do rendimento da população.
Ao todo, foram entrevistados presencialmente, 2.008 pessoas em todos os estados entre os dias 23 e 26 de julho.

Fonte: CNI

Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre economia!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.