Pesquisa aponta que a inflação e desemprego é um dos principais problemas da economia

Imagem de notas de 200 reais junto com notas de 100 reais

Navegue pelo conteúdo

A BTG/Pactual/FSB realizou uma pesquisa que revela qual a opinião dos brasileiros sobre os motivos que a economia brasileira está com problemas. De acordo com os entrevistados o desemprego e a Inflação é um dos principais problemas da economia brasileira. Nos últimos anos o Brasil vem sofrendo principalmente por conta da Economia, a pasta é fundamental para o crescimento do pais e a geração de emprego.

Deste modo, 38% dos entrevistados apontaram que o desemprego é o principal problema da economia brasileira. Contudo, a inflação está tecnicamente empatada com desemprego, visto que 37% considera este o principal problema. Ademais, 29% considera os impostos, 28% desigualdade social, 24% miséria, 15% taxas de juros, 14% gastos públicos, 9% dívidas nas contas públicas, e nenhum 1%.

Além disso, qual a situação da economia brasileira hoje? Para 39% a situação econômica do Brasil no momento é muito ruim, 24% considera ruim, 22% regular, 12% boa, 2% muito boa. Do mesmo modo, os entrevistados foram questionados sobre a situação financeira pessoal hoje? Cerca de 43% dos brasileiros entrevistados consideram suas finanças pessoais como regulares. No entanto, 24% avalia como boa, 16% ruim, 12% muito ruim, 4% muito boa.

Presidente do BC declarou que o pior momento da inflação já passou

O presidente do Banco Central declarou durante um evento em Lisboa em Portugal que o “pior momento da inflação no Brasil já passou”. A declaração ocorreu no X Fórum Jurídico de Lisboa, organizado pela Universidade de Lisboa, e o Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP) e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Segundo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a prévia da inflação acumulada de junho, que ficou em 12% nos últimos 12 meses. De acordo com Campos Neto, não houve surpresas de alta nos preços, dado que nos últimos meses a inflação vem dentro das expectativas.

Desemprego

Primeiramente, além da inflação, outro ponto que preocupa os brasileiros é o desemprego. Conforme foi divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a Ipea, a taxa de desemprego no Brasil caiu no mês de abril. Sendo assim, o índice ficou em 9,4%, ou seja, sendo o menor patamar registrado desde 2015.

Além disso, a análise interanual apontou que a taxa de desocupação recuou para 4,9% em relação a 2021. Portanto, a população ocupada em abril alcançou 97,8 milhões de trabalhadores. Este foi o índice mais alto desde o início da PNAD, em 2012. Entretanto, a força de trabalho cresceu 3,7% de janeiro a abril e atingiu 109,1 milhões de pessoas, sendo este o maior contingente apurado pela pesquisa.

Atualmente, são cerca de 11 milhões de desempregados no Brasil, e a retomada é considerada generalizada. Visto que a aceleração atinge todas as regiões brasileiras, segmentos etários, educacionais e todos os setores da economia. Principalmente, nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, onde as taxas de desemprego estão em 8,5%.

Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas e notícias sobre finanças e economia!

Fontes: Agência Brasil, UOL, e CNN

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.