Entenda a importância de ensinar educação financeira para os filhos

imagem de casal asiático com filha felizes colocando dinheiro em cofrinho de porquinho

Navegue pelo conteúdo

Depois de adultos entendemos a importância da Educação Financeira, é nesta fase que sentimos falta desse conhecimento. Visto que grande parte dos endividados estão na faixa etária entre 26 a 40 anos. Por isso, muitos destes endividados deveriam ter passado por algum tipo de educação financeira, na escola ou em casa.

Infelizmente, a educação financeira não é uma matéria obrigatória nas escolas, mas, os pais podem levar este assunto para dentro de casa. Nesse sentido, pode incentivar os filhos a fazer um curso sobre finanças pessoais. Primeiramente, pelo fato desse conhecimento ser a base para construir uma relação mais saudável com dinheiro.

Dessa forma, os seus filhos vão crescer e atingir uma vida adulta livre de dívidas e conquistando seus objetivos. No entanto, caso você acredite que finanças não é um assunto para crianças, saiba que o recorde de inadimplência é por falta de controle financeiro.

E essa falta de controle está completamente ligada, ao conhecimento, na realidade aprender sobre finanças. Será a maneira mais eficaz e eficiente de evitar o endividamento e manter a vida financeira saudável, inclusive ao longo da vida. Nesse sentido, caso queira garantir que seus filhos tenham educação financeira em casa, você pode seguir algumas, dessas dicas.

Qual a importância da educação financeira na infância?

Observando o comportamento dos brasileiros diante das suas finanças são um dos motivos mais que importantes para considerar. De acordo com pesquisa realizada em 2018, pelo SPC Brasil, 58% da população não faz o controle financeiro. Esse fato chama atenção e deve ser visto com preocupação pelos pais.

Segundo, essa pesquisa os brasileiros também estão desatentos em relação a outros pontos importantes da vida financeira. Deste modo, 39% dos brasileiros não calculam os juros quando decidem realizar uma compra parcelada. Em vista disso, é possível compreender o alto índice de inadimplência dos brasileiros.

Portanto, precisamos ensinar para as crianças os pilares essenciais da vida financeira, para que ele possa tomar as melhores decisões. Dentre estes conceitos importantes estão a percepção de valor que eles teriam, dado que não podemos banalizar o consumo. Ou seja, elas precisam saber o valor daquilo que elas consomem, mostrar que tudo custa dinheiro e esforço.

Significado do dinheiro e as diferenças entre necessidade e desejo

A princípio, outros pontos devem ser ensinados para os filhos na educação financeira, uma delas é saber diferenciar a necessidade e o desejo. Os filhos devem entender que na hora da compra a prioridade é a necessidade de sobrar dinheiro.

Quando levamos essas informações para uma criança, ela vai compreender o significado do dinheiro. O aprendizado da organização é muito importante, pois, eles ficaram acostumados desde cedo, o que é importante ou não. Além disso, quanto mais jovens ensinamos melhor será a sua relação e o entendimento do dinheiro e da sua função social.

Se você gostou das dicas, basta continuar acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.