Como a impulsividade prejudica as suas finanças; veja o que fazer?

imagem de sacolas de compras feitas de papel

Navegue pelo conteúdo

Um dos principais motivos para o endividamento e o descontrole financeiro, é por meio da impulsividade. Aquelas compras por impulso deixam as finanças fora do controle. E este ato é mais comum do que imaginamos. Visto que muitas pessoas acabam se empolgando e se deixando atrair facilmente por uma promoção.

Então, quando você menos imagina já está comprando coisas completamente desnecessárias e que provavelmente nunca vão ser usadas. Diante disso, precisamos controlar as emoções e saber comprar apenas o que é necessário.

Emoções

Em primeiro lugar, devemos saber que as emoções em alguns setores da nossa vida, atrapalham mais do que ajuda. Tudo onde descarregamos muitas emoções acaba sendo muito prejudicial, principalmente a longo prazo. Na vida afetiva isso acaba gerando um relacionamento muitas vezes difícil e turbulento.

Onde na maioria das vezes cria-se um ciclo de dependência afetiva que vai afetar quase tudo ao seu redor. É nesse tipo de relação que acontecem relações abusivas, e um ciclo de dependência muito grande. No campo profissional, para uma pessoa que não tem total controle emocional os prejuízos são graves.

Não cresce dentro da empresa, fica sempre sendo uma pessoa subestimada pelos chefes e colegas. Encontra, várias dificuldades para expor sua opinião, e mostra dificuldade de expor o seu conhecimento e executar projetos, devido a insegurança.

Portanto, dentro desses exemplos muitas pessoas buscam fugas, para lidar com as suas frustrações, descontando na comida e suprindo suas necessidades comprando. Os seres humanos são movidos por necessidades e desejos, e algumas são utilizadas para se defender, ou para complementar o seu ego.

Contudo, todos estes problemas geram muita impulsividade, as decisões são tomadas no calor da emoção e causam transformações graves. Neste momento ocorre as compras que foram feitas por puro impulso, para satisfazer as suas emoções. No entanto, muita gente não se dá conta que este ato de comprar por impulsividade, também vai gerar problemas emocionais.

Nesse sentido, as consequências deste impulso é o desequilíbrio financeiro que vai gerar para o indivíduo em muitos casos depressão. As pessoas que estão endividadas geralmente, têm mais chance de sofrer de depressão.

Como controlar a impulsividade

Diante disso, a melhor forma de controlar as suas emoções e procurar ajuda profissional, a terapia em muitos casos ajudam. Um psicólogo vai ajudar a entender de onde vem a impulsividade, os motivos e os gatinhos. Além disso, se tiver algo mais grave, somente um profissional saberá identificar se é uma pessoa compulsiva.

Outro caminho, é buscar conhecimento por meio da educação financeira, existem vários cursos gratuitos. Entenda que por meio da informação você consegue controlar as suas emoções. Logo vai conseguir restringir o uso do cartão de crédito e do limite da conta corrente, usará o fundo de emergência com sabedoria. Por fim, não precisará recorrer a crédito e financiamento, e saberá identificar e controlar os gastos.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.