Inteligência emocional nas finanças: aprenda como usar e melhorar a sua relação com dinheiro

Imagem de homem de óculos preocupado em frente ao computador

Navegue pelo conteúdo

A inteligência emocional é importante para tudo na sua vida, principalmente no mundo das finanças. E saber usar ele será um grande diferencial, visto que saberá controlar os seus impulsos e, ao mesmo tempo consegue ter uma boa relação com dinheiro de maneira mais simples e sem sofrimento.

Tomar decisões de maneira racional na teoria é uma das melhores formas de decidir algo de maneira prática. E nas finanças usar a racionalidade é o melhor caminho para evitar excessos. Contudo, na prática, isso não acontece desta maneira, acabamos agindo por impulsos emocionais.

Da mesma forma que nos alimentos de fast-food para suprir as nossas emoções, na vida financeira seguimos o mesmo caminho. Utilizando as emoções sem pensar não refletimos sobre a real necessidade dos gastos feitos. Ou seja, somos levados pela emoção.

Deste modo, é preciso saber como usar o dinheiro de maneira inteligente, e tomar o controle das emoções. Conter os nossos sentimentos não são tão simples como parece, não basta apenas dizer ou jurar que não vai se repetir.

Visto que sabemos que vai sim, se repetir. E para não atrapalhar os nossos objetivos e finalmente sair das dívidas a inteligência emocional é o que precisa.

Inteligência emocional nas finanças

Primeiramente, inteligência emocional nas finanças é simples ser autocrítico e ter autocontrole para conseguir avaliar os seus sentimentos em relação ao dinheiro. Uma pessoa emocionalmente inteligente consegue controlar os seus sentimentos e emoções para conseguir aquilo que deseja.

Portanto, a inteligência emocional serve para todos os setores da sua vida. Entretanto, no contexto financeiro a pessoa poderá conter impulsos de consumo. Saberá como administrar o dinheiro, e se manter no planejado.

Do mesmo modo, saberá tomar decisões financeiras mais assertivas baseadas em cálculos e dados. Resumidamente, a pessoa inteligente emocionalmente conseguirá conquistar o que almeja com mais rapidez e chegar aos seus objetivos.

O equilíbrio financeiro é fundamental para usar o dinheiro ao seu favor e não contra você, entenda que 95% das decisões de compra que temos. São influenciadas pelo, o nosso subconsciente. Mesmo sabendo quando decidimos que aquela compra é racional e a decisão final sempre tem como ponto-chave as emoções.

Ademais, que explora muito as camadas mais profundas da nossa emoção e que sabe que grande parte da população se leva pelo emocional é a publicidade. Os gatilhos emocionais são o que eles buscam ao usar técnicas de persuasão e te convencer que ter aquele produto ou serviço.

Como ter?


O primeiro passo para ter inteligência emocional é controlar a sua rotina financeira, programe as suas despesas e decida quanto pode gastar. Descubra os gatilhos que te levam a realizar compras por impulso. Por fim, busque olhar o dinheiro sob outro ponto de vista, não pense que ele serve apenas para pagar contas e realizar desejos pontuais e momentâneos.

Caso pense deste modo, é sinal que você ainda não entendeu a sua real função do dinheiro na sua vida. Por isso, sempre tenha um objetivo e invista em uma educação financeira para entender o real valor do dinheiro.

Se você gostou do nosso conteúdo!

Basta continuar acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.