Imposto de Renda 2022: prazo termina em duas semanas

Imagem de mão masculina fazendo cálculos na calculadora

Navegue pelo conteúdo

Até a manhã desta segunda-feira (16), a Receita Federal recebeu 22,2 milhões de declarações. Contudo, o fisco espera receber cerca de 34,1 milhões de documentos até o dia 31 de maio, o final do prazo. Deste modo, faltam duas semanas para os contribuintes fazerem a declaração do imposto de renda.

Nesse caso, se você deseja resolver a situação com Leão, veja conosco o que não pode faltar na declaração. Em primeiro lugar, o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28. 559, 70 durante o ano de 2021 deve fazer a declaração do imposto de renda.

Além disso, o prazo para fazer termina em duas semanas, e para este ano não houve novidades, é o acesso é fácil basta preencher os seus dados e realizar o pagamento da Darf via Pix.

Contudo, para fazer isso você deve baixar no site da Receita Federal o programa para realizar a declaração. Basta clicar aqui. Nesse sentido, se você tem dificuldade para preencher não sinta vergonha é perfeitamente normal.

No entanto, saiba que esta ferramenta da Receita permite você recuperar dados preenchidos em declarações de anos anteriores. Sendo assim, diminuem as chances de fornecer informações erradas e evita erros no preenchimento.

Preencher de maneira correta é o ponto principal, muita gente acaba caindo na malha fina por conta disso. A falta de atenção é um grande problema visto que as informações cruzadas com a declaração de terceiros, irá render muitos erros.

Por conta disso, ao acessar o portal da Receita, você encontrará cópias de declarações anteriores também. Além disso, saiba ser importante apresentar alguns documentos, entre eles estão: comprovantes de rendimento, comprovantes de pagamento com identificação correta do beneficiário e a discriminação do serviço.

Quem deve declarar o imposto de Renda?

Os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559, 70 no ano de 2021. Assim como, quem obteve uma receita bruta através de atividades rurais acima de R$ 142.798, 50.

Contribuintes que receberam rendimentos não tributáveis ou tributados na fonte acima de R$ 40 mil também devem declarar. O mesmo vale para pessoas físicas residentes no Brasil que durante o ano de 2021 receberam ganhos através de bens, e operações em bolsa de valores. Pessoas físicas que obtiveram em 31 de dezembro de 2020 propriedade de bens e direitos acima de R$ 300 mil.

Deduções

No entanto, para evitar que o contribuinte possa cair na malha fina, deverá informar se o dependente mora com o titular. Sendo assim, com a confirmação de atualização de endereço no CPF do dependente, assim como a necessidade de informar e-mail e celular.

Deduções com dependente estão limitadas a R$ 2.275, 08 por dependente. Despesas com dependentes com educação o limite individual anual de R$ 3.561, 50. E o limite de dedução do desconto simplificado é de R $16.754, 34. Portanto, não esqueça que dependentes de qualquer idade devem estar inscritos no CPF.

Nos vemos em breve!

Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.