Consórcio ou financiamento, qual melhor escolha?

mulher pensativa em fundo rose

Navegue pelo conteúdo

Está precisando de dinheiro para realizar um sonho e não sabe qual a melhor escolha entre consórcio e financiamento?
 
 
Essa dúvida é muito comum, afinal de contas, se por um lado, há a opção de ter acesso ao bem de forma rápida, mas mais cara, por outro você paga menos taxas de juros, mas demora mais tempo para usufruir do item.
 
 
Porém, é claro que essas não são as únicas considerações que você deve se atentar antes de optar por consórcio ou financiamento.
 
 
Para entender melhor como ambas linhas de crédito funcionam e qual a melhor escolha para o seu caso em específico, é só continuar a leitura do artigo.

Como funciona o financiamento?

casal sorrindo com chave da casa própria
O financiamento é uma espécie de empréstimo, normalmente usado para dar acesso a imóveis e veículos de forma rápida, porém é necessário análise de crédito e uma boa parte de entrada, em torno de 20 a 30%.
 
 
Essas exigências fazem com que boa parte da população recorra a outros meios para obter o item desejado, tendo em vista que devido ao alto valor de entrada e das parcelas, é necessária uma boa organização financeira para não ter futuros problemas.
 
 
Para conseguir financiamento você deve se dirigir a bancos ou financeiras com seus documentos em mãos e fazer uma simulação para saber qual a taxa de juros, valor das parcelas e quantidade de meses para quitar o empréstimo.
 
 
Também há instituições que fazem simulações através da internet.

Quais as vantagens e desvantagens do financiamento?

Sem sombra de dúvidas, a principal vantagem do financiamento é a rapidez com que será disponibilizado os recursos, basta ser aprovado na análise de crédito, pagar o valor de entrada que em poucos dias o dinheiro estará disponível para você.
 
 
Porém, é claro que toda essa eficiência tem um preço que não costuma ser barato.
 
 
Normalmente, os financiamentos possuem taxas altas, que fazem com que o valor das parcelas fique inviável.
 
 
Outro ponto negativo é a dívida ser de longo prazo, o que exige um excelente planejamento financeiro.
 
 
Para fugir dos juros altos, uma boa estratégia é pagar a parcela atual do financiamento e a última, dessa forma o valor dos juros e o prazo diminuem consideravelmente, porém é preciso de organização e disciplina para disponibilizar duas mensalidades no mês.

Como funciona o consórcio?

pessoas felizes em fechar um negócio
Já o consórcio é uma espécie de grupo que se une para arrecadar dinheiro, conquistar seus sonhos e contribuir para outras pessoas fazerem o mesmo.
 
 
Claro que existe uma taxa de administração para os gestores do grupo, mas esse valor nem se compara aos juros altíssimos de um financiamento.
 
 
No consórcio, você paga um valor mensalmente e o grupo faz um sorteio, se você for contemplado já pode usufruir do bem, senão aguarda o mês seguinte.
 
 
Outra forma de contemplação, é “dar um lance”, ou seja, você informa aos administradores o valor que está disposto a pagar para ter acesso ao item, se o seu lance for o maior do grupo, você também será contemplado.    

Quais vantagens e desvantagens do consórcio?

Ao contrário do financiamento, no consórcio não é necessário dar entrada e o valor da taxa de administração pode chegar a 50% menos do que os juros de um financiamento.
 
 
Porém, é preciso “contar com a sorte” ou disponibilizar um valor alto de lance para ser contemplado.
Aliás, muitas pessoas usam dessa estratégia para fugir dos juros.
 
 
Ou seja, dão como lance um valor bem alto, semelhante à entrada de um financiamento, essa pode ser uma excelente forma de não pagar taxas abusivas e ter acesso ao bem de forma rápida, mas não há nenhuma garantia que o seu lance seja realmente o maior.
 
 
Por isso, se você tiver pressa para usufruir do bem, o consórcio não é uma boa escolha.

E então? Qual a melhor opção?

mulher com dúvida
Depende.
 
 
Não há como definir qual a melhor das opções sem entender a sua real necessidade.
 
 
Se você precisa do bem de forma imediata, está disposto a pagar mais por isso, tem recursos  e organização financeira para assumir parcelas altas, o financiamento é uma boa estratégia.
 
 
Por outro lado, se você não se importa de esperar mais tempo para usufruir do bem e tem como prioridade pagar taxas menores, com certeza a opção mais viável é o consórcio.
 
 
Vale lembrar que ambas as formas oferecem facilidades e para acessá-las você terá que pagar a mais por isso. 
 
 
Então, se puder converse com sua família e pensem em formas de gerar renda extra para juntar dinheiro e comprar o bem a vista.
 
 
Outra opção interessante, é arrecadar dinheiro e dar a maior entrada ou lance possível, para financiar ou pagar o consórcio de uma pequena parte, diminuindo dessa forma o valor de juros ou taxa de administração.
 
 
O que acha de aprender a ter o controle da sua sua vida financeira para acelerar esse sonho de ter a sua casa ou automóvel, aprender a investir e montar sua própria carteira de investimentos vencedora e ainda descobrir formas de ganhar mais dinhe    iro, tudo isso em um único lugar?
 
 
Convido você a conhecer o Treinamento Cheque Mate das dívidas aos investimentos. 
 
 
E você?
 
 
Prefere consórcio ou financiamento? Comente abaixo! 
 
 
Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre finanças!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.