FGTS: saiba como consultar os valores e a nova modalidade de saque

Imagem de mão segurando celular com aplicativo do fgts

Navegue pelo conteúdo

Trabalhadores já podem verificar se têm saldo em contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A Caixa Econômica Federal distribuiu R$ 13,2 bilhões para 106,7 milhões de trabalhadores que tinham saldo em contas inativas até 31 de dezembro de 2021. Contudo, para saber tudo sobre FGTS, os saques e consultas, basta continuar lendo este artigo.

O que é FGTS e como funciona?

Em primeiro lugar, o FGTS é um fundo que faz parte de um dos principais direitos garantidos aos trabalhadores com carteira assinada. Neste fundo são depositados mensalmente um valor pelos seus empregadores. Contudo, este recurso é utilizado na maioria das vezes como reserva, onde você pode utilizá-lo em casos de demissão.

Além disso, o trabalhador poderá recorrer a este benefício para incrementar a renda, ou para utilizar para realizar um investimento. Neste sentido, o empregador ao contratar um funcionário deve depositar mensalmente em uma conta bancária da Caixa Econômica Federal.

Se você trabalha com carteira assinada deve ter o seu FGTS, visto que esta contribuição é obrigatória para os empregadores. Para ter direito ao fundo você precisa se enquadrar em algumas regras, a primeira é ser um trabalhador de carteira assinada. Neste caso o trabalhador irá receber no seu fundo cerca de 8% sobre o valor do seu salário.

Além disso, os jovens aprendizes têm direito, mas, os depósitos devem ser cerca de 2% do salário bruto. Os empregados domésticos também recebem o fundo, neste caso o recolhimento é de 11,2% do salário, mas, 8% a título de depósito mensal e 3,2% para antecipação de rescisório.

No entanto, para efetuar o recolhimento o funcionário precisa estar inscrito na Previdência Social e o empregador deve estar matriculado no (CEI), o Cadastro Especial do INSS.

Como sacar e consultar

A princípio os trabalhadores podem sacar o dinheiro do fundo seguindo algumas condições previstas em lei. Neste caso a demissão sem justa causa, aposentadoria, e para compra da casa própria e por doenças graves e em caso de calamidade pública. Você terá direito ao saque em casos de ficar sem depósito por cerca de três anos e na modalidade Saque-Aniversário, sendo um direito anual para sacar parte do saldo.

Para fazer a consulta do FGTS os trabalhadores devem conduzir isso por meio do aplicativo ou através do (internet) banking da Caixa. No aplicativo selecione a opção “Cadastre-se” e preencha os seus dados e faça o seu cadastro e crie a senha de acesso. No aplicativo você conseguirá ter acesso ao extrato do FGTS.

Para realizar o saque o trabalhador deverá levar os documentos de identificação, carteira de trabalho e inscrição no PIS/PASEP. Caso exija documentos específicos você deve conferir o seu caso no site. Depois disso basta ir à Agência da Caixa Econômica Federal mais próxima com os documentos para efetuar o saque.

Veja como antecipar o seu FGTS a qualquer momento.

Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre economia!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.