Desemprego caiu para 9,3% em junho: veja dicas para te ajudar se organizar

Imagem de carteira de trabalho clt

Navegue pelo conteúdo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a taxa de desemprego do mês de junho. Deste modo, a pesquisa mostrou que houve uma queda no desemprego no Brasil. Contudo, o número de brasileiros nesta situação continua alta e para driblar este problema não é nada fácil, por isso separamos dicas para te ajudar agora.

No último dia 29 de julho, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) com IBGE. Divulgou que o número de desempregados caiu para 15,6% no segundo trimestre deste ano. Deste modo, cerca de 10,1 milhões de pessoas estão sem trabalho, mas, está 1,9 milhão a menos que no primeiro trimestre.

No entanto, o desemprego no mês de junho também caiu para 9,3%, sendo o menor patamar para o período desde 2015, que ficou em 8,4%. Conforme os dados divulgados da pesquisa, revelou que a população ocupada atingiu a estimativa de 98,3 milhões. Sendo assim, são cerca de 3 milhões de pessoas a mais que conseguiram voltar para o mercado de trabalho.

Contudo, entenda que destes empregados 1,1 milhão estão na informalidade, em comparação ao mesmo período de 2021, houve um aumento de 8,9%. Dentro deste grupo estão os trabalhadores sem carteira assinada, trabalhadores domésticos sem carteira, etc.

Dicas para te ajudar a se organizar quando esta desempregado

Diante dos dados apresentados acima, mostra que mesmo diante desta queda no desemprego. Ainda existem milhões de pessoas desempregadas, uma opção para estas pessoas é procurar a informalidade. Principalmente por conta da pandemia da Covid. Mesmo assim as pessoas têm que tentar se organizar ganhando pouco.

Saiba que passar por isso, não será fácil, mas, é preciso ser organizado para evitar o endividamento. Por isso, separamos dicas para você se organizar enquanto está desempregado.

Orçamento de casa

Em primeiro lugar faça uma lista das despesas fixas e variáveis, veja o que realmente você precisa continuar pagando e aquelas que poderá ser cortado. Depois faça anotação de todas as suas despesas, isso vai te ajudar a entender os seus gastos e conseguir ter autocontrole.

Dado que o fato de estar desempregado merece uma atenção redobrada sobre os gastos desnecessários, para não passar aperto no mês.

Planejamento

O planejamento financeiro é primordial para todo mundo, através dele será possível saber quais contas e dívidas precisam ser quitadas e quanto será possível gastar? Além disso, saiba que você precisa entender o seu novo orçamento. Visto que com ele não será possível ter regalias. Outro ponto importante é que o seguro-desemprego é para te manter até conseguir um novo trabalho. Em suma, não é para você gastar descontroladamente.

Renda Extra

A renda extra é super importante para todos, mas, durante o desemprego é necessário encontrar uma alternativa. Principalmente, quando você não encontra o trabalho rapidamente, saiba que tem trabalhos que poderá realizar em casa mesmo. Caso tenha outras habilidades, você pode dar aulas de idiomas, e de reforço. Se cozinha bem, pode fazer marmitas, salgados, doces e revender roupas e produtos de beleza.

Continue acompanhando o Se Torne Investidor para mais dicas sobre economia!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais Populares

Assine nossa newsletter

Deixar o seu e-mail aqui te deixa um pouco mais perto da independência financeira. Bora enriquecer?

Simuladores Financeiros

Fique de olho
Você vai gostar

Utilizamos Cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com nossa Política de Privacidade.